Entenda melhor sobre os componentes filtrantes de ar

Para muitos procedimentos industriais essenciais em variadas demandas do setor, é preciso contar com dispositivos e sistemas de filtragem do ar, conferindo mais desempenho aos projetos e também otimizando a Refrigeração, que são extremamente recorrentes nesse tipo de produção.

Por isso, é muito importante conhecer os componentes que envolvem esse tipo de atividade e entender como cada um deles trabalha para o aprimoramento dos processos que acontecem diariamente nas fábricas e indústrias a partir dos refrigeradores.

No artigo a seguir, saiba mais sobre o desempenho desses dispositivos e conheça o mecanismo empregado por eles na hora de facilitar a produção e tornar o cotidiano industrial mais eficiente e dinâmico.

Manta

A Manta filtrante, como sugere o próprio nome, é empregada em diversas atividades em diferentes tipos de refrigeradores com o principal intuito de filtrar o ar que passa pelos sistemas utilizado.

Dessa forma, ela pode atuar diretamente tanto em sistemas de exaustão quanto em sistemas de ventilação. Além disso, é empregada na hora de filtrar o ar exaurido, o que pode acontecer em cabines de pintura, e também nos painéis elétricos.

Ela é produzida, basicamente, em poliéster, de modo que é resinada e pode ser adquirida tanto em rolos quanto em pedaços de acordo com a quantidade desejada. Existem diferentes tipos dessa manta disponíveis no mercado atualmente, sendo algumas delas:

  • Manta de carvão ativado;
  • Manta de fibra de vidro;
  • Manta de teto com densidade progressiva.

Cada modelo desse tipo de Filtro apresenta um mecanismo e um desempenho específico, de modo que devem ser utilizadas de acordo com as demandas existentes em cada tipo de sistema e aplicação.

Além disso,  os benefícios conferidos por esse dispositivo são mais eficazes quando associados aos processos nos quais se ajustam de forma mais correta e funcional.

Entre suas principais vantagens, pode-se destacar sua alta resistência química. Isso sem falar na sua absorção de água totalmente nula, tornando-a impermeável, e na capacidade de realizar a pré-filtragem do ar de forma eficiente e confiável.

Purgador

A acomodação de montantes de condensado pelo ar comprimido é uma situação que acontece mais vezes do que o setor industrial gostaria. Por isso, o Purgador de ar é indispensável, já que ele oferece a possibilidade de extrair o condensado da tubulação de ar.

Existem diferentes mecanismos de purgadores, sendo eles classificados como purgadores de linha e de ramal. No primeiro caso, eles são montados na tubulação de ar, enquanto no segundo o condensado é extraído de acordo com que avança para dentro do dispositivo.

Cada tipo de sistema de execução vai oferecer um mecanismo diferente, de modo que é importante avaliar as demandas de extração do condensado para que ele seja devidamente eliminado sem que o vapor permaneça na tubulação.

Com relação aos tipos disponíveis, podemos contar principalmente com os tipos mecânicos (identificam a distinção da densidade existente entre o vapor e o condensado), os tipos termostáticos (identificam a temperatura) e os tipos termodinâmicos (identificam contraste de pressão e declínio de aceleração).

Cortina

Por fim, a Cortina de ar condicionado é um aparelho que não pode faltar em processos realizados pelos refrigeradores, pois é ele o responsável principal pela diferenciação entre a temperatura ambiente (externa) e a temperatura no interior do equipamento em questão.

Dessa forma, seu emprego é encontrado principalmente na climatização de diversos tipos de ambientes, sejam residenciais ou comerciais.

Instalada sobre a porta, essa cortina de ar consegue desenvolver uma barreira de vento. Isso faz com que a temperatura do ambiente externo fique impedida de entrar no local onde está instalada e que o ar refrigerado dentro do estabelecimento seja mantido. Pode ser encontrada em:

  • Bares;
  • Restaurantes;
  • Escolas;
  • Igrejas;
  • Bancos;
  • Academias.

A lista é imensa e, sendo muito utilizada em conjunto com o Ar condicionado, a cortina otimiza o efeito desse dispositivo e consegue fornecer alto desempenho em conforto e controle térmico.

E não é só isso! Ela ainda impede a entrada de fumaça, poeira, insetos e demais partículas. Sem falar na economia que gera por exigir menor desempenho dos aparelhos refrigeradores, conservando-os e prolongando sua vida útil.

O mais importante, sempre que utilizar qualquer um dos dispositivos mencionados nesse artigo, é observar a qualidade do desempenho oferecido pelas fabricantes e fornecedoras de forma a garantir procedimentos mais eficazes e a refrigeração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *