Reservatórios e outros tipos de materiais do ramo hidráulico

O ramo hidráulico, principalmente no Brasil, tem crescido gradativamente, trazendo diversos tipos de inovações para vários setores. Com isso, ele vem  construindo desde maquinários pesados, com funções específicas, até sistemas que trabalham com reservatórios complexos para reutilização de água.

Neste quesito, o que as empresas têm mais adotado é a utilização de sistemas para captar, filtrar e reutilizar a água proveniente da natureza, ou seja, adquiridas por meio de chuvas.

Esses sistemas contam com várias junções hidráulicas para fornecer a captação e o sistema correto.

Com o intuito de esclarecer o fornecimento e captação adequadas da água, este artigo apresentará como funcionam os equipamentos utilizados nos sistemas hidráulicos. Então, se deseja saber mais sobre esse assunto,  se mantenha atento no artigo até o final.

Captação de água: Benefícios e formas de fazer

Atualmente, as indústrias têm optado por contratar um sistema de captação de água da chuva para reduzir os custos finais com as contas provenientes da distribuidora de água.

Isso acontece pois, com um sistema de captação bem montado, é possível reutilizar, em média, de 1.000 a 7.000 litros de água com pequenas chuvas durante a semana, sem contar temporais e etc.

Nesse contexto, é interessante avaliar o tamanho do reservatório para se ter um valor de captação maior ou menor.

De modo geral, esse sistema funciona com a junção de diversos equipamentos e peças para poder captar a água e levar até o reservatório.

Confira nos tópicos a seguir os principais equipamentos envolvidos na elaboração desse tipo de sistema:

1. O uso de cisternas

O uso das cisternas tem sido muito comum para realizar a captação de água de chuva e isso acontece por vários motivos, sendo o principal o uso de um sistema que fica embaixo do solo, não sendo visível e não estragando a estética do local.

A cisterna realiza a captação da água por meio de calhas e com a ajuda de algum sistema de escoamento, que pode ser a própria telha ou, em alguns casos, algum outro material que irá revestir o telhado otimizando a quantidade de água que escorre para a calha, deixando o sistema ainda mais produtivo.

2. Resolvendo o problema da pressão

Uma das grandes dificuldades que um sistema desses enfrenta é referente a pressão da água.

Como o sistema está debaixo do solo, a água não tem força o suficiente para subir o encanamento e chegar às torneiras ou mangueiras com força para ser utilizada, tornando o sistema, sem as adaptações necessárias, menos produtivo.

Nesse contexto, a bomba pressurizadora de água é o equipamento principal para realizar esse tipo de procedimento, pois ela utiliza motores e rotores que se ligam a cisterna e realizam uma pressão no encanamento que faz com que a água consiga subir qualquer desnível que o escoamento encontre, chegando com a força correta para as torneiras.

Para aplicar esse sistema de pressurização de água é necessário realizar um estudo minucioso sobre qual o material do encanamento que responde para a cisterna, a fim de entender qual tipo de bomba é mais adequada para aquele sistema e com que potência ela deve operar para não oferecer riscos para a parte hidráulica e ao sistema como um todo.

3. Filtragem

Como o sistema de captação utiliza a água da chuva, é necessário ter algum tipo de filtro implementado antes da água chegar a cisterna para retirar possíveis contaminações, como folhas e galhos.

Mesmo tomando o cuidado devido, existem pequenas impurezas que ainda passam no sistema. Para isso, existem filtros mais específicos, como:

  • Filtro químico;

  • Filtro biológico;

  • Filtro físico;

  • Filtro de pequenas impurezas físicas (britas e tubos).

Esses filtros são mais recomendados quando a água da captação será direcionada para o consumo, pois precisa estar totalmente livre de bactérias e agentes tóxicos.

Caso o uso for casual, para limpeza de certas áreas ou para regar jardins, a filtragem de folhas e galhos já será suficiente.

O armazenamento de água em grande quantidade

Uma das maiores preocupações de quem tem esse sistema é como armazenar grandes quantidades de água.

Desse modo, contar com uma caixa d água de concreto é a melhor opção para armazenar a água adequadamente.

Isso ocorre porque o concreto é um material que além de ser muito duradouro, resistente a intempéries, pode ser seccionado para diversas aplicações, respondendo corretamente a diversos tipos de indústrias.

Esse material é recomendado para quem tem interesse de armazenar a água em um local externo, que mesmo utilizando a cisterna prefere ter um sistema com duas fontes de armazenamento.

Mais ainda, essa opção é mais viável para localidades que tenham chuvas constantes, que possam abastecer a caixa e a cisterna.

Um dos maiores atrativos desse produto é a caixa d água de concreto preço, pois é um equipamento que apresenta uma ótima relação de custo-benefício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *