Serviços industriais com a utilização da inteligência artificial

Quanto mais os anos passam, mais a tecnologia se supera. A capacidade cognitiva e operacional dos novos softwares e robôs vão se aprimorando de modo que seu auxílio nos métodos e serviços industriais se torna imprescindível.

No setor da indústria, cada vez mais se incorpora a tecnologia no dia a dia para desempenhar aqueles serviços nos quais, se feito por humanos, dependeriam de um longo tempo e um grande esforço e ainda sim, seria passível de erros e falhas.

Vamos agora, neste texto, abordar mais sobre a questão da inserção das inovações tecnológicas no meio indústria, e como isso tem afetado os processos desempenhados pelo setor.

Continue a leitura do texto e vamos juntos descobrir mais sobre os impactos e benefícios do  desempenho da tecnologia em serviços industriais.

A inteligência artificial

Pela nomenclatura, já se é possível compreender o sentido e a definição da palavra. Basicamente, a inteligência artificial, também chamada de IA, é o conjunto de soluções tecnológicas que fazem com que máquinas e robôs tenham a percepção, compreensão e possam aprender e atuar de forma independente.

Um robo com inteligencia artificial, por exemplo, pode entender padrões, aprender com eles, analisá-los e a partir disso, tomar as decisões cabíveis para a situação.

No meio industrial, a inteligência artificial trabalha para dar as devidas condições para que o maquinário possa tomar decisões de forma independente a fim de melhorar e otimizar o processo produtivo.

A indústria e a inteligência artificial

Como os processos desenvolvidos pela IA são ajustáveis, adaptáveis e programáveis, as aplicações dessa inteligência se dão numa grande variedade, ou seja, nos mais diversos âmbitos e setores.

Variadas dessas aplicações ainda se encontram em estágio de desenvolvimento, porém, já existem tecnologias como essas atuantes na indústria e, o cenário futuro para o meio se mostra muito promissor.

Para que se entenda bem, a IA pode ser devidamente aplicada em qualquer situação em que exista dados disponíveis, e esses possam ser utilizados para que se tome decisões e formule interpretações sobre um determinado aspecto do serviço a ser executado.

Já nos tempos de hoje, podemos observar a automação digital, nas etapas primárias do serviço de atendimento ao cliente, em bancos, empresas de telefonia ou mesmo comércios online.

Para com os clientes, a inteligência artificial pode desenvolver análises detalhadas e criar padrões a partir das informações de uso e compra, fazer críticas e captar as devidas demandas do público.

Essas funcionalidades, permitem que a empresa crie produtos em relação ao gosto do público e que deixe sua produção mais personalizada, aplicando de forma correta as mudanças nos serviços e na relação com o consumidor.

A evolução tecnológica permitiu que robôs com a inteligência artificial realizem uma variedade de tarefas que podem ser consideradas impossíveis ou mesmo perigosas para o ser humano.

Tarefas como o manuseio de matéria-prima tóxica, a análise de componentes microscópicos e a inspeção total de produtos de uma linha de produção. Além disso, esses robôs podem trabalhar de forma contínua e incessante.

Como exemplo, podemos citar a indústria agrícola que já se utiliza de processos automáticos para realizar processos de colheita e diagnóstico de doenças ou pragas em plantações.

No meio dos transportes, se aplica a IA para estimar tempo de trânsito, definir rotas alternativas ou mesmo identificar placas. Inclusive já existem protótipos de veículos que realizam de forma autônoma, a direção.

A IA e a redução de custos

Ao se instalar projetos de automação industrial a nível da inteligência artificial, diversos benefícios são conquistados, como a redução do tempo de produção, o aumento de produtividade e um fator muito importante, que é a redução de custos.

Através da inteligência artificial, é possível se ter reduções pelos seguintes motivos:

  • Diminuição da mão de obra;

  • Redução significativa de erros;

  • Melhor uso de materiais;

  • Otimização das formas como se dão os processos.

A inteligência artificial é o futuro da indústria, e devemos estar preparados para lidar com ela. Ela substituirá funções básicas, onde se realizam trabalhos manuais, repetitivos, cansativos.

Porém, as funções serão devidamente realocadas a serviços que exijam maior capacidade intelectual, criativa e prática, nos âmbitos em que apenas humanos podem atuar.

Por isso, é aconselhável que haja uma aprimoramento intelectual e que se desenvolva a capacitação necessária para que se saiba lidar com essas tecnologias, manuseá-las, alterá-las e por fim, aprimorá-las.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *