Processos industriais que tornam os metais mais resistentes

Os metais são elementos muito presentes em sociedade, mas não em sua forma mais bruta, e sim atuando na composição de praticamente todos os elementos que conhecemos e utilizamos no cotidiano.

E um dos principais locais que trabalha com o uso dos metais é a indústria.

O processo industrial começa desde a remoção do metal e seu trabalho de fundição, limpeza, moldagem e principalmente de resistência, para que ele ganhe forma em outras peças e apresente qualidade.

Por isso, esse é um processo bastante complexo e delicado, que demanda a presença de uma equipe qualificada além de um sistema automatizado, que traga mais precisão.

Devido à importância dessa temática, este artigo irá tratar sobre alguns processos realizados dentro da indústria para tornar os metais ainda mais resistentes e duráveis.

Você já ouviu falar em cromagem?

Uma das características de boa parte dos metais se refere à resistência e durabilidade. Mas, existe um ponto fraco que atinge a maioria dos metais: estamos falando da ferrugem e corrosão.

Isso desgasta a peça e acaba afetando sua durabilidade. Por isso, a indústria desenvolveu técnicas para agregar maior resistência aos metais.

A Cromagem de peças consiste em um processo em que o cromo (elemento químico) é aplicado sobre um material, que na maioria das vezes é metálico.

O processo de aplicação é conhecido como eletrodeposição, que consiste no revestimento de algumas superfícies com metais para que ele esteja mais resistente diante da corrosão. É possível aplicar o cromo também em outras peças como em bijuterias e em algumas joias.

O processo da cromagem é um diante de vários outros tipos de tratamento com metais, no que se refere ao seu revestimento. Existem outros que trabalham tanto com zinco, níquel e ainda, a prata. Eles serão abordados posteriormente neste artigo.

Outro elemento interessante se refere ao cromo duro. Esse material confere o revestimento a alguns elementos mecânicos que possam sofrer algum tipo de desgaste. A aplicação é direta no próprio metal, podendo ter brilho ou ser opaco.

Esse tipo de material está presente na confecção de materiais para a indústria, como em embalagens, assim como em termoplásticos e cilindros utilizadas na hidráulica.

Também existe um tipo de cromagem que é decorativa e visa a melhorar principalmente a estética da peça diante da corrosão.

Galvanização como revestimento de uma peça metálica

Como citamos, os metais podem passar por desgastes corrosivos e, por isso, é necessário aplicar algum material para revesti-lo, pois isso traz resistência ao material. Além da cromagem, outro tipo de aplicação química se refere ao processo de galvanização da peça.

Esse procedimento consiste na aplicação de zinco na estrutura metálica, que pode ser o aço, por exemplo.

O aço galvanizado é uma liga metálica composta principalmente por ferro e outros elementos como minérios. Ao receber a aplicação do zinco, esse material fica muito mais resistente e durável.

O mais interessante é que existem outros tipos de galvanização, como é o caso da galvanização a fogo. Esse tipo de procedimento também consiste na aplicação do zinco, só que por meio de uma imersão a quente.

O procedimento que consiste na galvanização a fogo é o seguinte:

  • Ocorre uma inspeção da peça;
  • Os materiais orgânicos são removidos;
  • Lavagem da peça;
  • Imersão do ácido hidroclorídrico;
  • Remoção de resíduos gerais;
  • Aplicação de película protetora;
  • Diminuição do choque térmico;
  • Imersão do zinco;
  • Acabamento da peça.

Esses processos podem ser desenvolvidos dentro da indústria no processo de usinagem. Confira mais detalhes!

A usinagem dentro da indústria

A usinagem consiste na moldagem das peças de metal, e acompanha momentos desde sua extração até a fundição. Um procedimento interessante que ocorre na usinagem é a eletroerosão a fio que consiste em um processo dentro da usinagem, que atua por meio de descargas elétricas.

A eletroerosão é amplamente utilizada dentro da indústria, pois não utiliza muito calor, como é o procedimento comum na usinagem, mas atua com uma peça submersa em líquido para que o calor de dissipe rapidamente diante das descargas elétricas.

A Eletroerosão a fio preço pode ser solicitada em diversos segmentos industriais que trabalhem com esse tipo de serviço, desde que tenha qualificação técnica para isso.

Tornos dentro da indústria

Outro elemento bastante interessante dentro da indústria é o torno CNC, que é uma peça da engenharia mecânica, utilizada para trazer precisão aos processos realizados dentro da indústria na fabricação de peças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *