Alguns fatos curiosos no setor industrial

No Brasil, cerca de 25% do PIB é fruto do setor industrial. Sendo fundamental para o desenvolvimento econômico, é o setor responsável por mais gerar diversos empregos e investimentos ao redor do país.

Não à toa, já que possui uma alta relevância e está ligado diretamente à economia, pois quando o setor industrial está mal, a economia recua, mas quando progride a economia dispara positivamente.

Como o crescimento nesse setor contribui com a renda do nosso país?

Um bom desenvolvimento desse setor é capaz de melhorar boa parte da renda nacional, o que aumenta o consumo e eleva, até mesmo, a qualidade de vida do cidadão.

Por isso, tende a deixar o país que se industrializa mais forte economicamente, podendo ter mais estabilidade. Um país apto a progredir e a melhorar a especialização do trabalhador, aumenta a qualificação dos funcionários.

Com isso, muitas indústrias vêm crescendo, a de calhas é uma delas. A indústria de calha pode parecer simples, mas recebe uma demanda muito grande de clientes, já que seu uso é comum e necessário.

Sendo utilizada nos mais diferentes tipos de lugares e ramos, a calha é responsável pelo escoamento da água do telhado.

Elas precisam ser resistentes e devem ser capazes de evitar o estrago do reboco do local, garantindo que não haja vazamentos.

Opções de materiais

As melhores opções de material para que sejam fabricadas são: o PVC, fibra, galvanizada ou alumínio, entre outros.

Pode ser encontrado no mercado tanto a calha de chuva quanto a calha de piso, a primeira é instalada no telhado para evitar o acúmulo de água, enquanto a segunda é colocada no chão, geralmente, para escoar água de piscinas, garagens, jardins etc.

A galvanizada, de fibra, de alumínio ou a calha de pvc preço vai variar de acordo com a região e o tamanho desejado.

Elas são vendidas quase sempre pelo m² ou por unidades com medidas específicas.

A melhor opção é procurar lojas especializadas, já com a medida em mãos, para ter certeza de qual será a melhor, e também qual será o material mais indicado para sua necessidade.

Nas indústrias o uso de eletricidade é altamente relevante, principalmente nas de automação industrial. Sendo a base dessa indústria, é comum que existam incontáveis equipamentos eletrônicos que colaborem para o funcionamento desse setor. Um desses equipamento é o relé, dispositivo eletrônico que produz alterações em circuitos elétricos.

Ele possui um circuito de comando constituído por uma bobina e um contato preso a uma mola de rearme, isso faz com que haja conexão com os terminais nas seguintes posições: NA (Normalmente Aberto) e NF (Normalmente Fechado).

Funcionamento dos relés

Quando o dispositivo é alimentado por uma corrente elétrica, ele liga o eletroímã responsável pela troca de posição de outro par de contatores. Existem muitos tipos de relés, como o relé térmico, auxiliar, de proteção, automotivos e muitos outros.

Um deles, por exemplo, é o rele acoplador, um isolador que tem a função de proteger os circuitos de controle.

É ele que faz a separação entre o circuito de alimentação e o de carga, garantindo a proteção para os dois circuitos.

São úteis também para a multiplicação de contatos quando um comando aciona várias saídas.

A variedade dos setores industriais

Quando tratamos de setores industriais há uma diversidade gigantesca de competências que lhes podem ser atribuídas.

A indústria não se trata apenas de máquinas e cargas, ela atua também em outros ramos, como os laboratórios, produzindo os diferentes equipamentos utilizados nesses ambientes.

Um dos mais comuns é a estufa incubadora, desenvolvida para auxiliar em pesquisas em que se precise do controle ideal da temperatura.

Como sabemos, é importante se ter alta temperatura em determinadas pesquisas laboratoriais, principalmente quando se mexe com células.

As estufas desse tipo possuem uma fonte de calor que se dá pela transformação da energia elétrica que vai acumulando no espaço fechado.

Sabemos que os setores industriais são diferentes e diversificados, se espalhando entre diversos tipos de fabricações.

Uma indústria pode desenvolver do menor ao maior equipamento para o uso das empresas e dos cidadãos.

São as responsáveis por transformar as matérias primas e novos produtos que auxiliem a vida no nosso cotidiano.

Para um país, possuir um grande setor industrial significa evoluir economicamente, para que a população colha os benefícios dos processos industriais. E como dito antes, gera empregos e fonte de renda, colaborando para o crescimento nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *