Usos da borracha no segmento industrial

A borracha é um tipo de material que é muito utilizado nos diversos tipos de processos industriais. Esse é um material que inicialmente era produzido pela árvore da seringueira, em que pode produzir o material por um período próximo a 30 anos.

No final da sua vida útil a seringueira pode muito bem ser usada como madeira de valor comercial, de modo que será usado para reduzir o custo do replantio.

A seringueira é um um tipo de fonte inesgotável de látex e uma forma alternativa natural à borracha sintética, que tem uma limitação pois é produzida por meio do petróleo e que são finitas.

Além disso, a borracha sintética está altamente sujeita as oscilações em virtude das crises políticas, de modo que afetam os preços do petróleo e – consequentemente – aumentam o valor do produto.

Por isso que, dessa forma, o cultivo da seringueira (isto é, das borrachas naturais) é de suma importância. Afinal, ela consegue produzir o látex o ano inteiro, gerando empregos.

A borracha natural, isto é, que é extraída da seringueira é composta por:
  • Capacidade de recuperação da forma original;
  • Alta elasticidade;
  • Alta resistência a abrasão e impacto;
  • Alta resistência a mudanças bruscas de temperatura.

A aplicação da borracha natural

Há inúmeras aplicações para a borracha natural, tendo em vista os sistemas de borracharia no geral. Abaixo, trataremos melhor dos tipos de aplicação da borracha natural:

1. Pneus 

Os pneus fabricados com borracha natural tem uma melhor resistência quando passa por buracos e há também uma melhor qualidade de adesão nas cintas de aço.

Nos EUA, quase cerca de um milhão de toneladas de borracha natural são usadas para a produção de pneus.

Esses pneus são chamados de pneus radiais e, com a borracha natural, eles são mais resistentes, mais duradouros e permitem uma melhor performance. Isto é, economia de combustível que os feitos a base de borracha sintética.

2. Saúde

No ramo da saúde, se tornou vital a utilização das borrachas naturais, principalmente nas luvas cirúrgicas e preservativos sexuais.

Além disso, há também a indústria médica que usou a borracha para inúmeros insumos, como por os tubos cirúrgicos, cateteres e produtos farmacêuticos.

Desse modo, a borracha vem sendo usada também por conta de suportar o calor e o vapor em esterilização.

3. Artefatos de borracha

São de uso de outros tipos de equipamentos de borracha, os solados dos calçados, as correias transportadoras e os artefatos leves.

Cilindro de borracha

Além dos equipamentos citados acima, podemos tratar de outros elementos como os revestimentos de cilindros, que são usados para diferentes aplicações como em embalagens, móveis, papel e celulose, entre outros.

Os cilindros de borracha contribuem para a preservação de máquinas e também fazem com que seu rendimento e eficiência seja pleno.

De modo geral, o cilindro de borracha protege o rolo do contato com o revestimento, além de garantir a resistência a diversos fatores externos, como:

  • Exposição a temperaturas grandes ou baixas;
  • Abrasão;
  • Componentes químicos como óleos, graxas e solventes.

Vale mencionar ainda que os componentes podem ser confeccionados com borracha natural, como também a versão nitrilica, ebonite, silicone, poliuretano e outros. Além disso, de acordo com o tipo de borracha, cada cilindro possui níveis de dureza distintas.

Correia poly-v

Um dos equipamentos mais usados é a correia poly v. Ela também é chamada de “drive” ou então “serpentina”.

Ela é usada para a conexão e execução de diversos componentes dos equipamentos.

Desse modo, é possível afirmar que as correias em V são usadas nos automóveis e, geralmente é ligada ao chamado virabrequim, no qual é executado uma série de polias. Estas polias, servem para a conexão de acessórios do motor, como também entre o alternador e o sistemas de condicionamento de ar fazendo-o funcionar.

A correia poly-v se refere a nervura que existe ao longo da correia. Essas nervuras fazem com que as polias tenham controle do processo. Mas, para que isso aconteça de forma adequada, é preciso que a correia tenha uma tensão correta.

Caso o motor apite muito alto, é preciso substituir o sistema de correias em v.

Com isso, vimos que as correias e o uso de borrachas é de extrema importância para a indústria por ser um material de grande qualidade e que assegura qualidade e confiabilidade em todos os sentidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *