Funcionamento de equipamentos depende de reparos

Um dos grandes problemas, que se apresenta tanto nos grandes centros urbanos, quanto em cidades do interior, é a segurança pública.

Apesar dos esforços apresentados por governos municipais, estaduais e federais, muitos locais ainda sofrem com a criminalidade, e por isso, os moradores precisam tomar medidas pontuais.

Uma das várias aplicações de segurança está na instalação de câmeras de segurança. Apesar de não afastar os criminosos, serve como meio de intimidação, e por isso, devem funcionar vinte e quatro horas por dia.

A eficácia é uma das vantagens deste tipo de equipamento, mas é preciso garantir seu funcionamento, durante todo o período, mesmo com a falta de energia elétrica por parte das concessionárias que fornecem energia.

Segurança com equipamentos funcionais

Muitas casas e condomínios residenciais e comerciais contam com um gerador de energia individual, movido a bateria ou com a luz solar, para que garanta o funcionamento contínuo, sem depender de terceiros.

Para isso, a instalação pode ser feita em conjunto as câmeras de segurança, aproveitando a tubulação para a passagem de condutores, que transmitirá as imagens captadas, e a fonte de energia empregada no equipamento.

Para que a segurança seja garantida durante todo o tempo, é preciso realizar manutenções periódicas nos equipamentos, tanto nas câmeras quanto nos geradores de energia.

Se houver qualquer sinal de mau funcionamento, é preciso fazer o reparo imediato. O conserto de gerador de energia deve ser realizado por oficinas especializadas, dependendo da tecnologia aplicada no equipamento.

Em condomínios residenciais e comerciais, este tipo de responsabilidade fica sob os cuidados do zelador e do síndico, que deverá informar aos residentes e usuários sobre a manutenção, e a rápida substituição, para garantir a segurança de todos os moradores.

Se a necessidade do conserto gerador de energia elétrica levar um longo período, a substituição da peça pode ser necessária, o que deverá ser discutido entre os condôminos e o síndico, em uma reunião extraordinária.

Para moradores que moram em residências particulares, ou comerciantes que não dependem de terceiros, este tipo de manutenção pode ser feita por meio de contratação de um profissional da área.

Facilidade na entrada e saída

A segurança pública é determinada por diversos fatores, e por isso mesmo, o contribuinte deve fazer a sua parte, mantendo os impostos e encargos públicos em dia, e cobrar dos agentes públicos, quando houver necessidade.

O mercado oferece uma infinidade de equipamentos de segurança, que podem ser instalados de diferentes formas, contando com a contratação de profissionais técnicos, que entendam das necessidades, conforme elas se apresentam.

Além das câmeras de segurança, a entrada e saída de moradores em um condomínio, por exemplo, pode ser facilitada com a instalação de um portão eletronico, que permite a abertura e o fechamento por meio de um dispositivo disponibilizado para os moradores.

Ou através da cabine de segurança, com a presença de porteiros e zeladores condominiais.

Para os moradores de casas, este tipo de equipamento também é um meio de segurança, pois permite a rápida entrada e saída da garagem, sem a necessidade de abrir ou fechar o portão manualmente, abrindo brecha para os criminosos, que sempre que enxergam uma oportunidade, buscam uma forma de assaltar os incautos.

A disposição da automatização da entrada em uma garagem residencial ou um condomínio, também apresenta outras vantagens, como:

  • Aumento garantido de segurança;
  • Comodidade em dias de chuva e frio;
  • Facilidade na abertura e no fechamento;
  • Melhor aproveitamento de espaço disponível.

Tal como as câmeras de segurança e geradores de energia, o mercado oferece diversos tipos de motor para portão, que podem atender destes basculantes verticais e horizontais, como os deslizantes e os pivotantes.

A potência dos motores também será variável, atendendo de maneira eficiente conforme o peso do portão, e o material utilizado em toda a sua estrutura.

Para portões fabricados com folhas de alumínio, por exemplo, a potência poderá ser a mais baixa, pois este tipo de material é resistente, mas relativamente leve, em comparação com portões fabricados com chapas de aço ou madeira.

A garantia de longevidade na vida útil destes equipamentos também deve ser levada em consideração, com o uso de motor RCG coberto por carenagem, protegendo contra a ação do tempo, como acúmulo de poeira e água da chuva, que pode prejudicar a engrenagem e, consequentemente, na segurança dos moradores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *