Filtros e outros itens da área hidráulica

A área hidráulica conta com uma diversidade gigantesca de equipamentos que vão desde conexões e tubos até equipamentos mais específicos, como os que vamos abordar durante este artigo. Isso porque para a captação, armazenamento e tratamento de água da chuva é preciso contar com itens diferentes daqueles comumente utilizados em nossa rotina.

Iremos dar uma ênfase maior nesse tipo de equipamento pois eles tem sido muito requisitados em diversos setores, primeiro por entregarem uma economia financeira muito interessante para várias indústrias e residências. Em um segundo momento, pela preocupação com o meio ambiente e com a possível falta de água que pode assolar o Brasil futuramente.

Pensando nisso, vamos abordar durante este artigo formas de como montar toda uma base estruturada e eficiente para captação de água da chuva e seu tratamento.

Como fazer o recolhimento e a filtragem da água?

O recolhimento de água é uma das principais preocupações de quem vai montar esse tipo de sistema.

A priori, o recolhimento da água normalmente é feito por calhas conectadas a tubos que a levam para algum tipo de cisterna ou reservatório (item que iremos falar mais para frente).

Mas, para conseguir realizar o reuso de água de chuva corretamente, é necessário dar muita atenção a esse sistema de recolhimento.

De modo geral, ele deve ser feito com tubulações que aguentem a passagem de toda a água que a calha irá recolher,  pois ter um sistema com uma função de recolhimento baixa irá inviabilizar todo o sistema.

Existem muitos tipos de materiais que podem ser aplicados nesse contexto para trazer mais segurança para todo o sistema, como:

  • PVC;

  • CPVC;

  • PEX;

  • Cobre.

A montagem de um sistema eficiente é extremamente importante, pois é ele que garantirá a não necessidade de manutenções constantes e nem o desgaste excessivo do material. Isso é muito importante pois qualquer irregularidade pode contaminar a água além de afetar a estrutura de armazenamento.

Assim, todos esses materiais destacados conseguem suprir perfeitamente a essas necessidades.

Filtragem da água

Dentre todos os tipos de filtros que existem no mercad, o mais recomendado para esse tipo de sistema é o filtro cartucho.

Isso ocorre porque, diferentemente dos demais filtros que tem foco em remover grandes contaminações como galhos, folhas e grandes insetos, esse de filtro conta com uma rede que permite a passagem da água mas barra pequenos fragmentos e materiais que são transportados junto com a água, sendo extremamente eficiente como uma segunda etapa de filtragem.

Se a aplicação da água for para processos simples,esse filtro atenderá perfeitamente a necessidade, agora se a indústria quiser uma água para reuso geral será necessário o uso de mais alguns tipos de filtros que trabalhem a nível molecular.

Armazenando a água e Injetando pressão

Para as residências uma cisterna comum geralmente dá conta do armazenamento da água captada. Porém, para indústrias já é recomendado o uso de um reservatório de concreto armado.

Como seu material de fabricação é o concreto, ele apresenta grande resistência as ações do tempo, mantendo o local intacto mesmo sofrendo com pressões mecânicas e choques.

Esse tipo de opção de armazenamento é recomendado para indústrias que queiram realizar a captação e tratamento de grandes quantidades de água.

Apesar de parecer muito complexa a implementação desse material, existem muitos dispositivos que auxiliam a inserir o concreto de forma correta. Assim, para produzir esse sistema em específico as formas deslizantes para concreto são o material mais adequado.

Esse tipo de forma consegue fazer a descarga do material ao mesmo tempo em que ele pode ser moldado para formar o reservatório de forma rápida e sem problemas estruturais, seja na parte estética ou na eficiência do reservatório.

E se a pressão não for suficiente?

Após o sistema ser implementado, é possível que – devido ao fato de a água percorrer grandes caminhos dentro de tubulações – ela não tenha a pressão adequada para chegar nas torneiras, trazendo engasgos e falhas para o sistema.

Neste caso, o uso do pressurizador água residencial ou o industrial é imprescindível.

Comumente, esse equipamento muito importante conta com um motor e um rotor que trabalham na parte inicial do sistema de distribuição, injetando pressão dentro da tubulação com a intenção de, literalmente, empurrar a água até chegar nas torneiras com uma pressão adequada para o uso.

Existem muitos modelos de pressurizadores que podem trabalhar com potências de injeções variadas, mas se o sistema de captação não for muito diferente do padrão, um pressurizador que conte com um recalque de água comum (que é a bomba) já será o suficiente para fazer com que a água percorra desníveis sem apresentar problemas na saída.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *